Categorias: Comportamento | Fidelidade e Infidelidade

6 motivos que levam o homem a trair (e 4 que fazem com que e


Por que o seu amado vai para a cama com outra? O que determina a fidelidade do namorado da sua melhor amiga?

Por: Sean Thomas

Eu vivo tentando entender por que os homens andam sempre num estado de alta excitação sexual. E por que alguns tentam reprimir seus desejos, enquanto outros traem sem o menor pudor. No meu caso, eu sei a resposta.

Hoje, sou um tremendo mulherengo. Mas, no passado, era romântico. Na universidade, durante o namoro de dezoito meses com a Júlia, nunca saí da linha. Então ela teve uma atitude indecente: transou com o meu melhor amigo, e isso foi o choque mais traumatizante que sofri em minha vida. Mesmo depois de superar a decepção, continuei acreditando que ser fiel era o melhor caminho.

Mas o dano já estava feito. Passados quatro anos, quando estava namorando a Marina, as sementes da desconfiança começaram a florescer. Inconscientemente, o comportamento da Júlia tinha me convencido de que a maioria das mulheres era traidora. Que garantia teria de que, se aparecesse uma chance, ela não daria em cima dos meus amigos? Resolvi me vingar antes de descobrir qualquer sinal de perigo. Saí com uma das mais atraentes de suas amigas.

Será que essa justificativa é a mesma para todos os homens? Depois destes depoimentos, descobri que não. A traição é tão individual e complexa quanto cada homem infiel. Mas há razões que os levam ou não a fazer isso. Vamos começar pelos motivos que os levam a trair:

1. As circunstâncias
Para alguns, trair é muito fácil. Um bumbum atraente decide por eles. André, de 28 anos, conheceu uma mulher sedutora numa conferência e não resistiu. "Fiz isso porque ela tinha peitos grandes." Não pensou duas vezes antes de enganar sua esposa. "Foi uma decisão de momento, como na maioria dos casos de infidelidade." Sua avaliação sobre as prioridades masculinas é curta e grossa. "Nenhum homem perderia a chance. Ele pode não ir atrás de uma mulher, mas, se ela se jogar na frente dele..."

2. O diabo da bebida
O álcool é um dos principais coadjuvantes da infidelidade masculina. Tomás, de 26 anos, vivia com Eliana havia dois quando o destino bateu à sua porta: "Trair nunca tinha passado pela minha cabeça, mas, numa despedida de solteiro de um amigo, uma mulher começou a dar em cima de mim e eu me dobrei". Ele se justifica: "Isso não teria acontecido se eu não estivesse bêbado. Não gosto de mentir, especialmente para alguém que eu amo, como a Eliana. Nós continuamos juntos e não quero que isso se repita".

3. A perspectiva do fim
Para alguns, a infidelidade é uma prova de que o relacionamento está indo mal. "Quando você não quer dormir com mais ninguém a não ser com a sua amada, isso significa que está apaixonado. Essa é a minha definição do amor", diz Pedro, de 29 anos. "Trair a Sílvia foi uma prova de que eu não a amava mais. Terminei o namoro."

4. A falta de significado do gesto
André, de 29 anos, casado há quatro, não vê a infidelidade como algo muito sério. "O motivo é simples: os homens precisam de variação sexual. Já dormi com outras mulheres além da minha, mas isso não significou nada para mim." Sua teoria é clara. "Transo com outras mulheres, mas faço amor com minha esposa. Ela é a única por quem sou apaixonado. Emocionalmente, nunca fui infiel a ela."

5. A sensação de perigo
Mentiras, sa&iacu
Outros Destaques
Página 1 de 1
Melhor Visualizado 1024 x 780 © Copyright 2007 - 2010, Portal MS - O Guia Online de Campo Grande e MS
Notícias | Empresas | Classificados | Empregos | Contato